X
X
Hora da bruxa: como lidar

Hora da bruxa em bebês: o que é e como lidar

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Sabe aquele período do dia em que seu bebê fica mais agitado e chora sem motivo aparente? Pode se tratar da inevitável hora da bruxa.

Seu bebê costuma ficar agitado sempre no mesmo horário ao cair da noite, e parece que nada do que você faça consegue acalmá-lo? É bem provável que ele esteja passando pela hora da bruxa. Não há com o que se preocupar, pois trata-se de um fenômeno comum que atinge os bebês em seus primeiros meses de vida.

Deseja saber mais sobre o assunto? Continue a leitura deste conteúdo e saiba como ajudar seu pequeno a passar por essa fase. Boa leitura!

Afinal, o que é a hora da bruxa?

A hora da bruxa é o período do dia em que o bebê fica mais agitado e choroso, fazendo com que os pais tenham dificuldade em acalmá-lo. Esse momento costuma acontecer todos os dias e no mesmo horário — mais frequentemente entre o fim da tarde e início da noite. Também conhecido como efeito vulcânico, o fenômeno é comum em bebês, ocorrendo por volta de 2 a 3 semanas de vida até cerca de 3 meses.

Entre as causas mais prováveis está a estimulação excessiva. O fim da tarde costuma ser o momento em que toda a família volta para casa, deixando o bebê mais agitado. Como ele tem dificuldade em se acalmar sozinho, acaba ficando mal-humorado.

Outra teoria tem relação com o menor suprimento de leite ao anoitecer, período em que os níveis de prolactina (hormônio responsável pela produção de leite) ficam mais baixos. Essa redução é normal na amamentação, o que faz o volume de leite diminuir, e isso pode deixar seu bebê frustrado ao mamar.

Além disso, quando bebês estão muito cansados (o que acontece de forma rápida até 12 semanas de vida), o corpo produz cortisol e adrenalina. Esses hormônios do despertar liberados na corrente sanguínea também vão dificultar na hora de tentar acalmar o pequeno.

Como identificar a hora da bruxa?

Identificar a hora da bruxa não é nada complicado. Além de seu filho ficar mais agitado que o normal e difícil de acalmar, é provável que ele queira mamar e comece a dormir em poucos minutos. Porém, o pequeno acorda logo depois querendo mamar novamente, mas larga o peito outra vez e começa a chorar. É como se ele não soubesse o que quer.

X
banner kinedu desenvolvimento

Também pode acontecer de ele pegar no sono após um banho relaxante no final da tarde, por exemplo, mas acordar irritadiço no início da noite. Isso ocorre porque o pequeno não teve tempo para entrar no sono profundo, fazendo com que acorde agitado.

O que fazer durante a hora da bruxa?

Agora que você sabe o que é a hora da bruxa e como identificar, confira algumas dicas que podem ajudar a acalmar seu bebê agitado nesse período.

Ofereça colo

Quando sente o aconchego da pele dela contra a sua, a criança pode ficar mais calma e relaxada em minutos. Assim, oferecer o colo é uma boa opção quando chega a hora da bruxa.

Amamente

Se seu filho costuma se amamentar a cada 2 horas a 4 horas, por exemplo, ele pode querer mamar com uma frequência maior na hora da bruxa. Isso é um bom sinal, pois as chances de ter uma longa noite de sono com a barriga cheia são maiores.

Diminua os estímulos

Quando se aproxima a hora da bruxa, bebê algum deve ser exposto a estímulos. Para ajudá-lo a sentir-se mais calmo, evite luzes fortes ou sons altos, criando uma rotina de sono tranquila.

Como vimos, a hora da bruxa faz parte do desenvolvimento do bebê, sendo importante saber lidar com os desafios dessa fase da vida da criança. Como cada bebê é diferente do outro, alguns são mais suscetíveis que outros a esse fenômeno.

No app do Kinedu, você encontra uma aula sobre como lidar com esse momento da melhor maneira, além de várias outras relacionadas ao comportamento e cuidados essenciais com seu bebê. 

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *