X
X
9 brincadeiras divertidas para todas as idades

9 brincadeiras divertidas para todas as idades

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Brincadeiras divertidas ajudam as crianças a desenvolver habilidades físicas, cognitivas, socioafetivas e linguísticas, além de proporcionar momentos valiosos de interação entre pais e filhos.

Brincar faz bem! Você certamente já ouviu essa expressão. Entretanto, já considerou que as brincadeiras divertidas fazem bem tanto para as crianças quanto para quem brinca com elas? Mais que isso, ao brincarem juntos, os laços afetivos entre pais e filhos são reforçados. Muito bom, não é mesmo?

Foi pensando nisso que trouxemos este post com 9 brincadeiras divertidas para pais e filhos se entreterem juntos. Continue lendo para saber mais!

Brincadeiras divertidas para todas as idades 

1. Sinta o Natal — 0 a 3 meses

Ideal para crianças bem pequenas, esta brincadeira tem a capacidade de exercitar a percepção de texturas. Nela, a estimulação é tátil, trabalhando tanto o sentido do tato propriamente dito, quanto o manuseio de objetos e as sensações provocadas.

Para a atividade, separe objetos. Então, acaricie o rosto e as mãos do seu bebê com os objetos, para ele sentir suas texturas. Explique cada um dos itens e as sensações que causam no contato com a pele. Então, esfregue-os suavemente nos pés do seu bebê, fazendo cócegas. Veja como ele reage!

2. Agite o chocalho — 4 a 6 meses

Esta brincadeira incentiva o bebê a interagir com você. Ela fortalece o vínculo afetivo e estimula as habilidades sociais. Para brincar, sente-se com seu filho no chão. Se ele não conseguir sentar sozinho, coloque almofadas ao redor dele.

Então, pegue um chocalho e o mostre ao pequeno, observando a reação dele ao ver o brinquedo balançar e fazer barulho. Depois, dê o chocalho para seu filho e veja se ele consegue balançá-lo sozinho. Continuem brincando até quando o pequeno quiser.

3. Encontre o som — 7 a 9 meses

Esta brincadeira divertida reforça a capacidade do bebê de descobrir de onde vem um som. A área do desenvolvimento trabalhada é a física, principalmente o desenvolvimento auditivo, exercitando o reconhecimento de sons e promovendo musicalização.

Comece separando brinquedos que produzam sons e músicas infantis. Faça barulho com os brinquedos de formas diferentes produzindo sons.

Por exemplo, bata palmas, chame seu bebê pelo nome, ligue a música e balance os objetos sonoros (primeiro um de cada vez e depois em simultâneo). Observe se ele consegue identificar a origem dos sons.

4. Você quer o brinquedo? — 10 a 12 meses

Nesta atividade, seu bebê vai entender a relação entre espaço e objetos. A área cerebral trabalhada é a cognitiva, estimulando concentração, pensamento consciente, planejamento, imaginação, criatividade, autocontrole e inibição.

Comece separando os brinquedos preferidos do seu filho. Então, fique distante dele e vá se aproximando lentamente, enquanto estende o brinquedo para que ele o veja.

Baixe gratuitamente o Kinedu para colocar em prática essas e muitas outras brincadeiras divertidas com o seu filho! 

Depois, coloque o objeto no chão a uma distância pequena do seu bebê — ele, instintivamente, esticará as mãos, e até o corpo, para pegá-lo. Deixe que ele explore à vontade. Repita o exercício com outro brinquedo.

5. Potes musicais — 1 ano

Esta brincadeira é ótima para estimular a coordenação motora do seu filho. Pegue potes com tampa e macarrão de várias formas. Chame o pequeno e fale que vocês farão instrumentos musicais. Peça que seu filho ajude a abrir as tampas. Veja se ele consegue segurá-los e abri-las. Caso contrário, mostre como fazer.

Depois, coloque o macarrão cru dentro dos potes e tampe novamente. Pronto! Agora, no ritmo das músicas que ele mais gosta, vocês podem começar a chacoalhar os “instrumentos musicais” que vocês mesmos fizeram.

6. O chapéu — 2 anos

O objetivo desta brincadeira educativa e divertida é reforçar a percepção de si mesmo. A região estimulada é a cognitiva, trabalhando capacidade de raciocínio, planejamento, concentração, pensamento consciente e resolução de problemas.

Entregue um chapéu à criança e explique que, ao mencionar uma parte do corpo, a criança deve colocar o chapéu nela mesma e tentar dizer o nome da região do corpo.

Use partes do corpo como cabeça, pés, mãos, braços, pernas e barriga. Você ainda pode repassar com a criança os conceitos de “cima” e “baixo” ao sugerir que ela mova o chapéu em direções diferentes.

7. Confeitaria de massinha — 3 anos

Esta brincadeira divertida consegue aprimorar a coordenação motora das mãos, sendo indicada para crianças de três anos. A área do desenvolvimento é a física, mais especificamente a destreza com os dedos, melhorando a coordenação motora fina e a precisão.

Para a brincadeira ficar divertida e educativa, diga à criança que vocês abrirão uma confeitaria. Peça a ela que atribua papéis para cada um. Por exemplo, ela pode ser o chef confeiteiro, e você, um cliente.

Durante a atividade, enrolem a massinha, formando uma bola. A seguir, ensine a criança a usar um rolo ou a achatar essa bola de massinha como se fosse preparar uma massa de torta.

Faça pequenas bolas para servir de recheio. Tiras de massinha podem ser um macarrão. Vocês também podem imaginar que estão fatiando uma maçã. Enfim, deixe a criatividade se desenvolver. Aproveitem para brincar usando chapéu ou avental de chef!

8. Quebra-cabeça artesanal — 4 anos

Esta brincadeira estimula a coordenação olho-mão e a habilidade do seu filho em resolver problemas. A área trabalhada é a cognitiva, mais especificamente flexibilidade e criatividade. Comece separando fotografias de família.

Atrás da foto, desenhe linhas criando um quebra-cabeça artesanal de três ou quatro peças. Então, recorte as partes e vire-as para cima, para que seu filho monte o quebra-cabeça. A seguir, deixe a foto no chão e diga que vocês farão uma viagem rápida, pulando e andando em volta da foto.

9. Laços em fitas — 5 anos

Essa brincadeira trabalha a coordenação motora da criança, pois ela fará vários laços em fitas de diversas cores. E é bem fácil realizar esta atividade. Separe fitas de várias cores e um pedaço de papelão. Faça furos no papelão e insira as fitas para que as duas partes da fita fiquem soltas e do mesmo lado.

Mostre ao seu filho como fazer duas orelhas de coelho, cada uma com uma parte da fita. Depois cruze-as passando uma delas pelo buraco, fazendo um laço — vocês estão, na verdade, treinando amarrar cadarços. Se ele tiver dificuldade, tranquilize-o, dizendo que essa tarefa exige prática, sendo complicada no começo. 

Esses são alguns exemplos de brincadeiras divertidas que favorecem o desenvolvimento do seu filho. Temos certeza de que você está com muita vontade de apresentar a ele todas essas atividades que trarão tantos benefícios a vocês. Por isso, que tal baixar gratuitamente o Kinedu e experimentar algumas brincadeiras com o seu pequeno?

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *