Por que meu bebê tem ansiedade de separação?

Tudo começa quando o bebê percebe que objetos e pessoas ainda existem, mesmo que ele não os veja – chamamos isso de “permanência do objeto”. Seu bebê percebe que a pessoa que o protege e cuida dele foi embora e está em outro lugar. A partir do momento em que ele percebe que não sabe quando ou se você realmente retornará, a ansiedade entra em ação!

A ansiedade de separação é um estágio emocional normal do desenvolvimento, mas sabemos que pode ser difícil para os pais lidarem com um bebê que entra em pânico e fica chateado quando não estão por perto. Então, aqui estão algumas ideias e dicas para você experimentar em casa.

Introduza pessoas desconhecidas desde cedo

Pode ajudar se o seu bebê conhecer todo mundo desde cedo. Você pode tentar apresentar ao seu filho a babá, os parentes e os amigos que cuidarão dele na sua ausência. Entre os 6 e os 8 meses, seu bebê provavelmente gostará de todos eles! Por isso, trazer os cuidadores para perto pode ajudá-lo a se sentir mais confortável quando a ansiedade de separação ocorrer.

Se despeça

Embora você possa poupar os sentimentos do seu bebê (ou os seus) indo embora sem se despedir, isso pode tornar a ansiedade de separação dele ainda mais forte. O que o seu bebê realmente precisa é aprender um padrão simples: “você se despede, você sai, você volta mais tarde”. Explicar ao seu filho o que vai acontecer toda vez que você sair pode ajudá-lo. Mesmo que ele ainda não entenda suas palavras, ele irá compreendê-las em breve!

banner kinedu desenvolvimento

Brinque de “esconde-esconde”!

Brincar de “esconde-esconde” ajudará seu bebê a entender a permanência do objeto – percebendo que os objetos ainda existem, mesmo que ele não os veja. Embora esse seja o motivo pelo qual a ansiedade de separação acontece, esse tipo de brincadeira pode ensinar ao seu filho que, mesmo que você vá embora por um tempo, você sempre voltará! Tente brincar de “Onde está a mamãe?”. Você pode até se esconder e deixar que seu bebê a encontre.

Incentive-o a brincar sozinho

Ensinar seu filho a brincar de forma independente permitirá que ele supere a fase de ansiedade de separação, à medida que ele desenvolve a confiança e a paciência para ficar sozinho por algum tempo. É importante notar que brincar sozinho é uma habilidade que você pode ensinar ao seu bebê, mesmo que isso não aconteça da noite para o dia. Você pode tentar voltar sua atenção para um livro enquanto está sentada ao lado do seu bebê e, alguns dias depois, ficar a poucos metros dele enquanto ele brinca. Em outro dia, fique do outro lado da sala e, depois, experimente se levantar. Mais adiante, saia da sala por um minuto ou dois. Com o tempo, seu bebê vai se acostumar com você saindo e voltando.

Crie rituais rápidos de despedida

Rituais e rotinas são importantes. Eles dão ao seu bebê estrutura e segurança para saber o que acontecerá em seguida. Ter um aperto de mão especial para “dar tchau” vai ajudá-lo a aprender que você pode sair dali por um tempo, mas ainda voltará mais tarde. Você pode experimentar movimentos especiais com as mãos, dar muitos beijos nele, ou deixá-lo com um cobertor ou um brinquedo especial. Lembre-se de sempre manter a despedida curta e doce. Se você demorar muito, o tempo de transição também se estenderá, e a ansiedade entrará em ação.

Espero que estas dicas ajudem! Deixe o seu comentário, contando o que você faz para ajudar seu bebê com a ansiedade de separação.