X
X
fim da licença maternidade - mãe se despedindo do bebê

Fim da licença maternidade: como lidar?

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

O fim da licença maternidade é um período muito delicado, mas, como toda transição, pode ficar mais fácil se mãe e o bebê estiverem devidamente preparados.

O momento de voltar ao trabalho e se separar do bebê pela primeira vez gera angústia e insegurança nas mães, além da saudade, já que desapegar de seu filho tão pequenino não é fácil.

No entanto, é possível se preparar para enfrentar essa separação da melhor maneira possível. Além disso, há leis e recursos que possibilitam a continuidade da amamentação, uma das maiores preocupações maternas nesse momento.

Pensando nisso tudo, reunimos neste post algumas dicas de como lidar com o fim da licença maternidade, amenizando seus efeitos sobre a mãe e o bebê. Acompanhe!

Treine se distanciar do bebê

Um dos primeiros passos é definir com quem o bebê ficará — babá, avó ou creche. Feito isso, é importante começar a treinar se afastar do seu filho e deixá-lo com o cuidador escolhido. Esse período de adaptação é fundamental para a criança se sentir segura com a nova rotina e entender que a mamãe se afasta, mas volta.

Além disso, você certamente ficará muito mais tranquila quando tiver certeza que seu bebê fica bem e feliz na sua ausência. É natural que o bebê chore no momento do afastamento, mas o cuidador pode realizar atividades com ele para distrai-lo e estimular seu desenvolvimento, de acordo com a fase em que ele está.

Planeje como manter a amamentação

Outro ponto delicado do fim da licença maternidade é a questão da amamentação e mães que trabalham. Porém, é possível seguir amamentando nos horários que você puder e extrair o leite para que o bebê possa consumi-lo na sua ausência.

No Brasil, a mulher tem direito a dois períodos de meia hora para amamentação até o sexto mês do bebê. Planeje como vai usar esse benefício! É possível tentar um acordo para juntar os dois períodos, entrando uma hora mais tarde ou saindo uma hora mais cedo.

Se for viável, você pode juntar essa uma hora com a hora de almoço e ir até a sua casa para amamentar. Caso contrário, uma boa solução é usar cada meia hora para extrair leite no trabalho. Providencie uma bomba e certifique-se de que haverá um local reservado para que você possa fazer isso.

Estimule a independência do bebê

Quando você sabe que terá que se afastar do bebê para voltar ao trabalho, o ideal é que comece desde sempre a estimular a independência do seu filho. Habitue-o com pessoas próximas, como avós, amigas ou pessoas que trabalhem na sua casa – deixe seu bebê com elas por alguns instantes enquanto você toma banho, por exemplo.

Estimule seu bebê a se distrair sozinho, criando um ambiente seguro e acessível para ele, como um cercadinho ou um cantinho montessoriano. Deixe os brinquedos favoritos dele ao alcance das mãos e procure brincar com os objetos para que ele veja e tente imitar sozinho depois.

Considere empreender

Após ter filhos, muitas mães acabam revendo suas prioridades e repensando formas de conciliar trabalho e maternidade. Dependendo do seu tipo de trabalho, é possível planejar um retorno gradual, reduzir a carga horária ou trabalhar algumas horas de casa.

Por outro lado, se isso não for possível, mas ficar mais tempo com o bebê seja uma vontade sua, talvez o empreendedorismo possa ser uma saída. Considere suas opções, pense o que poder fazer, seja como empreendedora, seja como profissional autônoma.

Pense nos benefícios do retorno ao trabalho

Por fim, foque nos benefícios desse momento. A princípio, pode parecer que eles não existem, mas muitos estão lá. Retomar a carreira é um caminho para a mãe voltar a se conectar com o mundo e a olhar para si, praticar o autocuidado e se relacionar socialmente, fora do âmbito da maternidade.

Além disso, esse afastamento estimula a independência e o desenvolvimento do bebê e favorece sua sociabilidade, inclusive com outras crianças.

Afinal, o fim da licença maternidade faz parte da vida de grande parte das mães, se dando naturalmente e se ajustando com o tempo. Nesse período, procure aproveitar ao máximo os momentos simples da rotina, como a hora do banho ou da refeição, para realizar atividades com o seu filho e fortalecer os laços afetivos entre vocês. Lembre-se que o mais importante não é quanto tempo que você passa com o seu pequeno, mas que este seja um tempo de qualidade!

E você, tem mais alguma dica para compartilhar? Deixe nos comentários e ajude outras mães a passar por essa fase.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!

3 comentários em “Fim da licença maternidade: como lidar?”

  1. Pingback: Conheça 4 aplicativos para mães e família! - Kinedu Blog

  2. Pingback: Quais são os desafios da maternidade e como superá-los? - Kinedu Blog

  3. Pingback: Quais são os desafios da maternidade e como superá-los? - PreviMae

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *