Os desafios da maternidade trazem desconforto para muitas mães, mas saber como superá-los irá ajudar você a curtir os momentos de alegria com seu filho.

A chegada do seu bebê provoca um misto de sentimentos intensos. A euforia do primeiro contato e toda a felicidade de conhecer o rostinho tão esperado é intercalada com algumas incertezas.

A boa notícia é que tudo isso é muito natural. Logo, entender algumas das principais dúvidas ajudará a desfrutar de momentos de felicidade e segurança enquanto cuida do seu bebê.

Neste post, reunimos alguns dos principais desafios da maternidade para ajudar você a lidar com eles e amenizar seus impactos, contribuindo para dias de curtição e alegria em família.

Insegurança sobre estar (ou não) fazendo a coisa certa

A hora do parto já passou e você percebe que todo o medo que tinha sobre isso foi embora quando pegou seu filho nos braços. Por outro lado, sente preocupação em saber se está fazendo tudo certo.

A insegurança nesse momento é comum e atinge muitas mães, especialmente as de primeira viagem. Os cuidados, a rotina, as necessidades suas e do seu bebê representam novidades.

Por isso, buscar manter a tranquilidade e não exigir muito de si é um caminho para equilibrar seus sentimentos. Com o passar dos dias, todas as tarefas que pareciam difíceis ficam mais simples e você adquire habilidades novas, o que gera maior confiança.

Cansaço físico e mental

A privação do sono nos primeiros dias do bebê, aliada a uma nova rotina que requer atenção constante, deixa o corpo sobrecarregado e a mente preocupada com tantas funções. Por isso, o cansaço físico e mental está entre os principais desafios da maternidade.

Para amenizar os impactos, é possível definir algumas prioridades no dia a dia. Aquela frase que diz “durma enquanto o bebê dorme”, que você cansou de ouvir, é verdadeira e fará muita diferença.

Powered by Rock Convert

Além disso, estabelecer uma rotina preparatória para o sono é importante para que o seu bebê comece a entender que já é hora de dormir. Assim, você também pode programar o seu descanso.

Sentimento de culpa

A famosa culpa materna não está presente apenas nos primeiros meses. Ela acompanha as mães por toda a vida. Por isso, seja generosa com você e tenha paciência para entender que não há perfeição.

Quando pensamos que poderíamos ter feito algo mais ou que deveríamos ter condições de dar algo específico às crianças, estamos limitando nossos pensamentos ao que julgamos ser melhor.

Mas observe com atenção e veja como as crianças precisam de muito menos do que julgamos. Também entenda, pelo olhar delas, como é simples errar, perdoar e tentar novamente.

Fim da licença maternidade

O fim da licença vem no pacote de desafios da maternidade e parece trazer todo o peso de medo que você pode suportar. A verdade é que deixar seu bebê aos cuidados de outra pessoa é algo difícil de imaginar.

Há sempre o sentimento de que ninguém poderá cuidar do seu bebê tão bem quanto você ou que não saberão do que ele realmente precisa quando chorar. No entanto, há um caminho possível para enfrentar o fim da licença maternidade com tranquilidade.

Para isso, o melhor é se preparar durante o período e contar com o apoio de familiares, amigos, escola e, especialmente, do pai ou de outros cuidadores.

As redes de apoio, que incluem pessoas ou instituições nas quais você pode confiar para ajudar nos cuidados com o seu bebê, são muito importantes nessa fase da vida. A construção delas começa desde o nascimento e traz uma força a mais.

Invista nesse tipo de suporte. Ele contribui para garantir alguns períodos de descanso para a mãe, aliviando, assim, muitos dos impactos causados pelos desafios da maternidade.

Agora que você já sabe como superar diferentes situações com mais leveza, compartilhe esse conteúdo com outras mamães, para que elas também possam lidar melhor com esses desafios!