Como é feito o parto induzido e para quais casos é indicado? Tire essas dúvidas e entenda a função do Índice de Bishop nesse procedimento!

A gestação dura, em geral, de 37 a 42 semanas. É dentro desse período que as contrações têm início, ou seja, o colo do útero começa a se abrir, indicando que o corpo está entrando em trabalho de parto. Porém, esse caminho pode ser diferente para algumas mulheres, quando se recorre ao parto induzido após a avaliação do Índice de Bishop.

O procedimento da indução do parto, realizado para evitar riscos à saúde da mãe e do bebê, costuma trazer uma série de dúvidas para as gestantes. Muitas não sabem para quais situações ele é indicado nem como funciona a Escala de Bishop.

É o seu caso? Pois continue a leitura para entender todas essas questões!

Quando o parto induzido é indicado?

O parto induzido é um procedimento realizado pelo médico para antecipar o parto.

A técnica consiste em iniciar as contrações uterinas para que ocorra o parto vaginal. É recomendado sempre que houver riscos para a saúde da mãe e do bebê, como mulheres com hipertensão crônica, pré-eclâmpsia e diabetes gestacional.

banner kinedu prenatal pt

Entre outras situações para o parto induzido, estão:

  • gestação pós-termo;
  • rompimento de membranas ovulares;
  • avaliação, pelo médico, de algum problema de crescimento do bebê.

Como é feita a indução do parto?

A indução do parto, sempre indicada pelo médico, pode ser feita com o uso de medicamentos ou oxitocina (hormônio sintético que estimula as contrações uterinas) e com outros métodos para amadurecer o colo do útero, para que essa estrutura amoleça, afine e, dessa forma, possibilite sua dilatação e o trabalho de parto.

O tempo do parto induzido pode variar de acordo com as condições de cada mulher, se é mãe de primeira viagem, entre outros fatores, como a abertura do colo do útero e o tamanho do bebê.

O que é Índice de Bishop e como é feita a avaliação?

Também chamado de Escala de Bishop, trata-se de um sistema de pontuação que varia de 0 a 13 e determina a condição do colo do útero. Se o Índice de Bishop ficar abaixo de 6, significa que essa estrutura ainda não está pronta para o trabalho de parto.

Esse índice vai indicar a probabilidade de a indução resultar em um parto vaginal. Em seu cálculo, são levados em conta alguns aspectos, como:

  • dilatação do colo do útero (em centímetros);
  • apagamento cervical, que mostra o afinamento da estrutura;
  • consistência cervical;
  • posição do colo do útero;
  • posição da cabeça do bebê em relação aos ossos pélvicos.

Neste post, mostramos como funciona o parto induzido e suas indicações, além da importância do Índice de Bishop. Tenha em mente que passar por indução ou cesárea não torna uma mulher menos mãe só porque seu corpo não fez o processo naturalmente. Diferentes fatores influenciam a realização desse procedimento, então o mais importante é sempre tirar as dúvidas com o seu obstetra para prevenir riscos tanto para você quanto para o seu bebê.

Gostou do post? Aproveite para baixar GRÁTIS o app Kinedu e acessar outros conteúdos sobre maternidade e desenvolvimento do bebê!