X
X
6 atividades de corpo e movimento na educação infantil

6 atividades de corpo e movimento na educação infantil

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

As atividades de corpo e movimento na educação infantil contribuem com o desenvolvimento físico e motor, fundamental para que seu filho interaja com o mundo.

As habilidades físicas e motoras fazem parte do desenvolvimento infantil. Durante a primeira infância, seu pequeno aprenderá a engatinhar, sentar, pular, andar de costas, correr, dançar, se comunicar por meio de gestos, fazer pequenos movimentos com as mãos e pés, e muito mais!

Essas habilidades são essenciais para a sua interação com o mundo à sua volta. Por isso, vale a pena aplicar atividades de corpo e movimento na educação infantil. Com elas, você direciona estímulos e contribui com o desenvolvimento do seu pequeno.

Para ajudar nessa tarefa, separamos 6 ideias de brincadeiras. Todas elas estão no Kinedu, que conta com um app para pais com mais de 1.800 atividades criadas por especialistas, conteúdos educativos e uma plataforma exclusiva para educadores.

Atividades de corpo e movimento para educação infantil

1. A bicicleta

Desde os primeiros dias de vida, você pode estimular os músculos do seu bebê com movimentos suaves, preparando-o para adquirir habilidades físicas e motoras nos próximos meses. Por isso, a brincadeira “A bicicleta” é indicada para recém-nascidos e bebês de até 4 meses.

É muito simples: basta colocar o seu filho deitado de costas e segurar as mãos dele, movendo os pequenos braços gentilmente de um lado para o outro. Depois, é a vez das pernas. Segure os pezinhos e simule o movimento de uma bicicleta.

Além de estimularem o tônus muscular, esses alongamentos são uma ótima oportunidade de interagir com o seu bebê por meio da fala e do toque. Isso contribui fortemente com o desenvolvimento de um apego seguro na primeira infância.

2. Carrinho de mão

Essa atividade é indicada para bebês de 2 a 7 meses. Assim como na atividade anterior, o objetivo aqui é desenvolver os músculos do seu filho para que ele possa adquirir habilidades motoras mais tarde. Nesse caso, vamos focar nos braços e nas costas.

Prepare uma superfície plana e confortável, como um colchonete, um cobertor ou um tatame. Então, coloque o seu bebê de bruços e, quando ele estiver com os braços bem apoiados no chão, levante gentilmente seu quadril, como se estivesse brincando de carrinho de mão.

Espere alguns segundos e deixe-o descansar. Faça esse exercício algumas vezes, enquanto o seu bebê estiver gostando.

3. Me comunicando durante a brincadeira

Dos 8 aos 13 meses de vida, seu bebê está com o desenvolvimento linguístico a pleno vapor, mesmo que ainda não possa articular bem as palavras. Essa brincadeira ajudará nesse aspecto, além de estimular o ato de engatinhar e contribuir com as habilidades sociocognitivas de interação e imitação, fundamentais nessa fase.

Coloque-o em um ambiente seguro e com espaço suficiente para ele se movimentar. Depois, pegue alguns brinquedos e mostre para seu filho, distribuindo-os pela sala. Pergunte qual ele quer primeiro e observe se ele já aponta ou pede ajuda por meio de gestos.

Mostre a ele como solicitar um objeto que está à distância por meio de gestos e palavras. Continue movimentando os brinquedos e estimulando seu filho a apontar para aqueles que ele deseja por alguns minutos.

X
banner kinedu desenvolvimento

4. Missão impossível

Se o seu filho tem entre 11 e 18 meses, essa brincadeira será sucesso garantido! Nessa fase, é provável que ele esteja se interessando por personagens de desenhos cheios de habilidades. Então, chame-o para brincar de super-herói e resolver uma missão impossível!

Selecione um brinquedo e esconda em algum lugar do quarto, como debaixo de um lençol ou em uma caixa. Em todo o ambiente, coloque obstáculos — pensando sempre na segurança, é claro —, de forma a criar uma espécie de circuito motor.

Almofadas para pular, caixas para subir como se fossem degraus, uma faixa para correr, fios esticados para passar por baixo etc. O desafio é superar todos esses obstáculos e encontrar o brinquedo escondido.

Além de estimular a coordenação motora grossa, essa atividade contribui com a habilidade de resolução de problemas e estimula o pensamento abstrato.

5. Minha escultura

Ideal para realizar com crianças de 15 a 25 meses, essa atividade estimula a coordenação motora fina, além de permitir que seu filho dê asas à criatividade em um lindo trabalho artístico. Você só precisa de uma folha de papel, tintas laváveis, um pincel e massa de modelar branca.

Chame seu pequeno e diga que vocês serão escultores. Convide-o para criar algum personagem ou objeto com a massa de modelar e, em seguida, decorar a obra de arte com tintas coloridas. Todas as etapas dessa atividade artística ajudarão a fortalecer os pequenos músculos das mãos.

Para deixar tudo ainda mais divertido, vocês podem fazer a própria massinha antes de começar as esculturas. Basta misturar em uma tigela os seguintes ingredientes:

  • 4 xícaras de farinha de trigo;
  • 1 xícara de sal;
  • 1 e ½ xícara de água;
  • 1 colher de óleo.

Se quiser, pode acrescentar corante alimentício na mistura. Porém, nessa atividade, vale a pena deixá-la sem cor para que o seu filho possa pintar as esculturas com o pincel depois.

6. Marcha à ré

Essa atividade é indicada para crianças de 24 a 36 meses. Nessa fase, o seu filho já anda bem e pode experimentar a marcha à ré. Dar passos de trás para frente contribui com o desenvolvimento do equilíbrio. Além disso, ela estimula as habilidades sensoriais, uma vez que a criança precisará confiar em sentidos além da visão.

A brincadeira é simples e divertida: encontre um lugar seguro, onde não haja perigos caso ocorra algum tombo. Vale a pena retirar os móveis e os brinquedos do espaço. Depois, chame seu filho e diga a ele que vocês vão brincar de andar de costas.

Mostre a ele como se faz e, em seguida, peça para que ele faça o mesmo. Além disso, explique que, a cada passo, o desafio é ficar em um pé só durante alguns segundos. Contem juntos para reforçar o aprendizado dos números.

No começo, fique atrás dele e segure suas mãos até que ele se familiarize um pouco com a coordenação necessária. Depois, solte e deixe que ele dê os passos sozinho.

Como você viu, essas atividades de corpo e movimento na educação infantil ajudam no desenvolvimento físico e na capacidade do seu bebê de se expressar corporalmente. Com estímulos direcionados, você pode ajudá-lo a fazer grandes conquistas e descobertas, sempre com diversão e carinho.

Já colocou alguma dessas atividades em prática aí na sua casa? E como foi a experiência? Deixe um comentário contando para a gente!

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *