X
X
5 atividades sobre sentimentos e emoções educação infantil

5 atividades sobre sentimentos e emoções para educação infantil

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

Com atividades sobre sentimentos e emoções para educação infantil, você pode estimular de forma lúdica algumas habilidades socioafetivas que são muito importantes para seu pequeno.

O desenvolvimento emocional é fundamental para aprendermos a gerir melhor os nossos sentimentos, resolver conflitos pacificamente, agir com empatia e construir relações mais saudáveis ao longo da vida.

No entanto, é difícil para uma criança entender e controlar suas próprias emoções. Como qualquer outra habilidade, essas tarefas exigem prática. Por isso, as atividades sobre sentimentos e emoções para educação infantil são muito bem-vindas!

De forma lúdica e divertida, você pode ajudar seu pequeno a aperfeiçoá-las aos poucos e com os estímulos adequados para cada idade.

Foi pensando nisso que os especialistas do Kinedu criaram diversas atividades para todas as áreas do desenvolvimento infantil. Além disso, temos uma plataforma exclusiva para educadores!

Agora, que tal conferir 5 sugestões de brincadeiras com foco em habilidades socioafetivas? Veja!

Atividades sobre sentimentos e emoções para educação infantil

1. Identificando as emoções

Essa é uma atividade simples, mas muito rica para seu filho de 1 a 2 anos. Você só precisa de um livro de histórias! É isto mesmo: a leitura é uma das práticas que mais colaboram com o desenvolvimento das habilidades emocionais.

Por meio dela, as crianças têm contato com situações diferentes e conseguem experimentar os sentimentos dos personagens. Isso estimula também a empatia e a capacidade imaginativa.

Então, encontre um lugar para ler com seu bebê e enfatize os sentimentos dos personagens. Ajude-o a entender essas emoções citando situações em que ele se sentiu da mesma forma. Por exemplo: “Você se lembra de como também ficou feliz assim no parque ontem?”.

2. Como eles estão se sentindo?

Essa atividade pode ser feita com crianças de 1,5 a 2 anos. O objetivo é ajudar seu filho a desenvolver empatia. Aqui, você vai precisar de giz de cera e de imagens impressas de rostos com emoções básicas, como raiva, felicidade, surpresa, medo e tristeza.

Pegue as impressões e chame-o para brincar. É muito simples: com o giz de cera, ele pode pintar as imagens e decorar os rostos como quiser. Nesse processo, vá conversando sobre as emoções retratadas, por exemplo:

  • “Como você acha que essa pessoa está se sentindo?”;
  • “Você já se sentiu triste?”;
  • “O que fazemos quando estamos tristes? E felizes? E com raiva?”;
  • “Algum amigo seu já ficou triste?”;
  • “Como você pode ajudar um amigo que está triste?”.

Baixe GRÁTIS o Kinedu e acesse +1.800 atividades criadas por especialistas em desenvolvimento infantil!

Aproveite para explicar algumas condutas positivas em relação aos sentimentos de outras pessoas, mostrando ao seu filho como podemos nos colocar no lugar de amigos e como agir diante disso.

3. Expresse e identifique sentimentos

Essa atividade também é indicada para crianças de 2 anos e tem como objetivo estimular a inteligência emocional. Ou seja, a habilidade de identificar, entender e lidar com as próprias emoções.

Esse é um momento excelente para isso! Afinal, com a chegada dos conhecidos “terrible two, seu pequeno está começando a se descobrir como indivíduo e pode ter bastante dificuldade em lidar com seus sentimentos ou expressá-los corretamente.

Os materiais sugeridos são:

  • imagens impressas de rostos com diferentes emoções;
  • cartolina;
  • giz de cera;
  • cola.

Mostre as imagens dos rostos, ajude seu filho a colá-las na cartolina e, assim como na atividade anterior, converse bastante sobre cada um dos sentimentos retratados. Essa tarefa também ajudará no desenvolvimento da coordenação motora fina.

Depois, peça para que ele desenhe a emoção com a qual mais se identifica ou a que está sentindo no momento, estimulando assim que ele entenda seus sentimentos e os expresse.

4. Um pote de paz

Se seu filho já tem 3 anos, essa é uma atividade sobre emoções ótima para ajudá-lo a adquirir estratégias para relaxar e resolver conflitos! Você precisará de:

  • um pote com tampa;
  • glitter;
  • uma colher;
  • água morna.

Pegue o pote e peça para que seu filho despeje a água dentro dele com cuidado, sem enchê-lo completamente. Depois, ajude-o a colocar algumas colheres de glitter dentro, fechar a tampa e agitar o recipiente.

Explique para ele que nossos sentimentos e emoções são como o glitter: eles ficam flutuando e girando dentro da nossa cabeça, às vezes de maneira muito intensa e agitada. Depois, coloquem o pote em uma superfície plana e observem como o brilho começa a se estabilizar.

X
banner kinedu desenvolvimento

Então, diga que também devemos fazer isso. Quando temos sentimentos ou pensamentos muito bagunçados, como quando acontece uma crise de raiva, é uma boa ideia nos sentar calmamente e respirar por alguns momentos.

Da mesma forma, quando surge algum conflito, é melhor deixar as coisas se acalmarem antes de fazer alguma coisa.

5. Emoções escondidas

Essa é uma atividade indicada para crianças um pouco maiores, a partir de 4 anos. Isso porque ela trata de uma habilidade mais complexa: identificar emoções escondidas. Afinal, o que as pessoas expressam nem sempre reflete o que elas realmente sentem.

Você precisará de:

  • 4 fantoches simples (que tal aproveitar para criá-los com seu filho utilizando meias velhas?);
  • palitos de sorvete;
  • imagens impressas ou até mesmo desenhos feitos pelo seu pequeno expressando felicidade, tristeza, raiva e medo.

Cole as imagens ou os desenhos nos palitos de sorvete, colocando duas emoções opostas em cada palito. Por exemplo: na frente, um rosto feliz, e atrás, um chorando.

Depois de fazer todas as placas, você contará uma história usando os fantoches e, no meio da narrativa, pedirá para que seu filho coloque em frente ao rosto a placa que corresponde ao sentimento dos personagens.

Mas explique que ele terá que prestar muita atenção, pois às vezes eles tentam esconder o que sentem!

Contando a história

Este é o Max (mostre o fantoche). Max mora em casa com sua mãe e seu pai (mostre os fantoches). Max também tem uma irmã mais velha chamada Sara (mostre o fantoche).

Hoje é o aniversário de Max! Sua família preparou uma surpresa para ele: seu bolo favorito. A mãe diz: “Estou muito emocionada! Acho que o Max vai adorar a surpresa dele”. Como a mamãe está se sentindo agora? (Resposta: feliz).

Sara também estava animada, mas ela não queria que Max suspeitasse de nada. Ela falou para o irmão: “Max, sinto muito, não tivemos tempo de preparar seu bolo favorito”. O que Max está sentindo? (Resposta: tristeza). Como Sara realmente se sente? (Resposta: feliz).

A mãe acrescentou: “Procurei os ingredientes na loja, mas não tinha farinha! (resmunga)”. Que sentimento a mãe está mostrando agora? (Resposta: raiva). Como ela realmente se sente? (Resposta: feliz).

Max ficou um pouco desapontado ao ouvir isso, mas ele não queria que sua mãe e sua irmã se sentissem mal. Então ele respondeu: “Não se preocupem. Estou tão animado para brincar com meus amigos que não importa se eu não tenho bolo!”.

Como Max realmente se sente? (Resposta: triste). Que emoção ele expressa para sua mãe e sua irmã? (Resposta: feliz).

O papai estava na cozinha preparando o café da manhã. Max entrou e se aproximou da geladeira, dizendo: “Estou com muita fome. Acho que vou comer alguma coisa enquanto o café da manhã não está pronto”.

Max estava prestes a abrir a porta da geladeira, mas seu pai sabia que o bolo estava lá! Isso ia estragar a surpresa! Por isso, gritou com voz muito firme: “Pare! Você não deve comer nada antes do café da manhã! Espere na mesa”.

Como o pai está se mostrando agora? (Resposta: zangado). Como ele realmente se sente? (Resposta: com medo).

Quando todos terminaram o café da manhã, mamãe tirou o bolo da geladeira e o trouxe para a mesa. Sara, mamãe e papai gritaram: “Surpresa!”. Max deu um sorriso enorme e todos adoraram o bolo delicioso.

Como todos se sentem no final da história? (Resposta: felizes).

Depois da brincadeira, reflitam juntos sobre as emoções dos personagens e pergunte se seu filho sabe por que às vezes eles tentaram mostrar sentimentos diferentes do que sentiam de verdade.

Aproveite para conversar sobre o assunto, perguntando se ele alguma vez já escondeu suas emoções e por qual motivo fez isso. Você também pode dar exemplos seus.

Gostou das nossas dicas? Fazer atividades sobre sentimentos e emoções na educação infantil é muito importante para que o seu pequeno desenvolva habilidades socioafetivas e saiba lidar melhor com o que sente. Isso será útil para a vida toda!

Para conferir +1.800 atividades em todas as áreas do desenvolvimento infantil, baixe o app Kinedu!

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *