A troca de fraldas pode ser um momento tenso para a mãe e para o bebê. Confira algumas dicas práticas que podem ajudar você nessa hora!

O momento da troca de fraldas é bastante delicado e, algumas vezes, pode se tornar uma batalha entre a mãe e o bebê. Quando a criança está brincando, ela não quer ser interrompida para trocar as fraldas, e a mãe precisa fazer um grande malabarismo para evitar as lágrimas do pequeno. Contudo, existem algumas dicas que podem ajudar nesse processo e fazer com que seja uma ocasião de descontração e conexão.

Quer saber como tornar a troca de fraldas leve e divertida? Confira as sugestões que preparamos para você!

Kinedu – Como trocar a fralda do meu bebê

Siga a liderança do bebê

Seu filho está explorando o mundo e tudo é incrivelmente interessante. Ele está descobrindo suas habilidades e os objetos, e por isso não quer ser interrompido para uma tediosa troca de fraldas. Além disso, é extremamente desconfortável ser forçado e levado para outro lugar totalmente contra a sua vontade.

Por isso, uma sugestão é perguntar: “Está pronto para a troca de fraldas ou prefere que isso aconteça daqui a três minutos?”. Assim, se ele preferir que aconteça depois de alguns minutos, ele se sentirá respeitado e considerado, e sem deixar de trocar as fraldas.

Se ele ainda não desenvolveu a linguagem expressiva, lembre-se que a linguagem receptiva se desenvolve cerca de um ano antes da fala, e bebês muito pequenos já conseguem distinguir o tom de voz que você utiliza. Então, converse com seu bebê e explique que vocês estão indo fazer a troca de fraldas e como ela é importante para a saúde dele.

Tente não interromper a brincadeira durante a troca de fraldas

Brincar é a forma que a criança tem para se desenvolver e aprender novas habilidades. Esses momentos são importantíssimos e captam toda a sua atenção. Sendo assim, é um desafio tirá-la da brincadeira para fazer a troca de fraldas. Mas será que é realmente necessário ou é possível tornar esse processo parte da brincadeira?

Você pode fazer com que a troca de fraldas vire uma grande diversão. Um truque é envolver seu filho cantando e dançando pela casa até que vocês dois cheguem ao trocador ou até mesmo trocar a fralda de seu ursinho preferido e depois dizer: “Agora é a sua vez! Você está pronto como ele?”. Conduzir dessa maneira torna tudo menos invasivo e mais leve, e contribui para não tornar a situação uma fonte de ansiedade e desconforto.

Faça seu bebê rir

O riso é capaz de reduzir o estresse e estimular a produção de hormônios responsáveis pelo fortalecimento de vínculos e laços afetivos. Tal efeito no organismo traz inúmeros benefícios para a saúde e o bem-estar do pequeno e, além disso, é muito mais prazeroso estar com seu filho quando ele está dando gargalhadas ao invés de chorar copiosamente.

Sendo assim, outra dica valiosa é fazer com que ele dê muitas gargalhadas alguns minutos antes da troca de fraldas. O bebê estará mais relaxado e as chances de ele cooperar aumentam bastante. E ainda há o delicioso prazer de vê-lo feliz ao seu lado. Assim, fica difícil a mãe ou o bebê não gostarem desse momento, não é mesmo?

banner kinedu saúde

Envolva seu filho na troca de fraldas e peça a ajuda dele

Os bebês não precisam permanecer totalmente passivos e somente ficar olhando para o teto enquanto são trocados. Dessa forma, podem ficar impacientes e provavelmente vão tentar levantar, virar e se mexer. Lembre-se que todos os instantes de interação são oportunidades de aprendizagem, e é interessante despertá-lo para a importância do autocuidado e higiene.

Então, uma estratégia é pedir para ele segurar os lenços umedecidos ou a fralda limpa que será utilizada em seguida. Ou ainda para levantar o bumbum para que a fralda seja retirada e uma nova seja colocada. Ele vai se sentir como parte do processo e responsável por fazer com que aquilo dê certo, além de continuar exercitando seus músculos!

Respeite e acolha seus sentimentos

Se o bebê não estiver confortável e mesmo depois de todos os seus esforços ele chorar ou se sentir mal durante a troca de fraldas, talvez seja a hora de acolhê-lo. É inevitável, por exemplo, que ele sinta frio com o lenço molhado ou que tenha raiva quando estiver dormindo no berço e precisar ser trocado.

Diga coisas como: “Entendo que você não está confortável, mas essa troca é necessária para o seu bem-estar”, ou mantenha uma postura compassiva e empática. Seu filho sentirá que se trata de uma necessidade e que você está zelando pelo cuidado dele.

Tenha brinquedos por perto

Manter uma caixa de brinquedos ao lado do trocador pode despertar a atenção do seu filho e tornar tudo mais divertido. Bonecos, carrinhos e bichinhos são uma ótima distração e trazem leveza para o momento.

Para tornar esses brinquedos ainda mais atrativos, você pode embrulhá-los, para que sejam uma surpresa. Você pode também separar alguns itens que somente serão usados na hora da troca de fraldas, fazendo com que o bebê fique empolgado com a possibilidade de ter de novo aquele bonequinho divertido. Outra ideia é colocar uma historinha para tocar, fazendo com que ele crie uma expectativa para saber mais sobre a história e associe esse momento gostoso à troca de fraldas.

Conecte-se com o seu filho

Muitas vezes, a correria do dia a dia pode fazer com que você desempenhe algumas tarefas no modo automático e seu filho perceba isso. Esse é um momento íntimo, que deve ser de carinho e conexão. Fazer a higienização de forma apressada pode ser eficiente em relação à limpeza, mas faz com que você perca um precioso tempo com seu filho.

Aproveite para olhá-lo nos olhos, conversar e tocá-lo carinhosamente. Você também merece que esses instantes sejam compartilhados de forma tranquila e mais genuína. Além disso, as chances de ele cooperar e relaxar durante o processo aumentam.

A troca de fraldas pode ser muito divertida tanto para a mãe quanto para o bebê. É claro que, em algumas situações, a criança pode chorar e resistir imperiosamente (e isso é normal), mas também é possível fazer com que esse momento não seja tão aversivo e incômodo.

Existem muitas formas de transformar as atividades do dia a dia em momentos agradáveis de conexão e descontração. Gostou do artigo e quer conhecer mais dicas como essas? Então, confira nosso texto sobre banho divertido!