X
X

6 fases do desenvolvimento motor infantil

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

A partir do nascimento do seu bebê, vocês iniciarão uma jornada onde ele passará de agarrar o seu dedo até escalar no parquinho. Seu filho irá surpreendê-lo com suas conquistas diárias e, à medida que vocês percorrem as fases dessa jornada, você verá não só as habilidades físicas dele evoluírem, mas também a sua independência e confiança crescerem. Continue lendo para aprender mais sobre cada fase os marcos que vocês encontrarão no caminho!

Embora os primeiros passos possam acontecer perto do primeiro aniversário do seu bebê, o seu pequeno está desenvolvendo habilidades necessárias para andar desde que nasceu. Todos os esforços e dificuldades para alcançar cada marco do desenvolvimento físico irão guiá-lo para aprender a andar e, mais tarde, correr, escalar e pular.

Aqui está um mapa da sua jornada e recomendações específicas para cada etapa. Ao começar esta viagem com seu pequeno, você precisa lembrar que, mesmo que pareça intuitivo para os adultos, correr, caminhar, ficar em pé e até mesmo rolar requer um conjunto completo de habilidades físicas. Todo esforço exige planejamento motor, equilíbrio, coordenação e atenção.

Lembre-se de que cada bebê se desenvolve de maneira única, por isso, embora alguns possam alcançar os marcos de desenvolvimento na idade esperada, outros podem pular algum ou realizá-los simultaneamente. Se você tiver alguma preocupação específica, o recomendado é conversar com seu pediatra.

Primeira fase: Coordenando os primeiros movimentos (1 a 6 meses)
Durante esse estágio, seu recém-nascido está descobrindo diariamente coisas novas sobre como o mundo funciona e suas mãos são uma fonte inesgotável de entretenimento. Segurar brinquedos leves como um chocalho irá mantê-lo entretido por horas. Ele vai querer segurar seus dedos, e poderá movimentar as pernas enquanto você troca a sua fralda. Ficar de bruços é de extrema importância para ele agora, uma vez que fortalece os músculos das costas e o ajuda a desenvolver o controle da cabeça. Brinquedos chamativos e barulhentos farão com que ficar de bruços seja mais agradável e você o verá começar a conectar suas ações ao movimento dos brinquedos.

Segunda fase: Rolando e sentando (4 a 9 meses)
Nessa fase, o seu pequeno está começando a ganhar força e equilíbrio muscular que o permitem ficar sentado. Este momento é crucial para continuar ajudando-o a fortalecer seus músculos. Ficar no chão com brinquedos chamativos é a melhor maneira de incentivá-lo a rolar ou inclinar-se para a frente enquanto está sentado. Claro, isto é mais eficaz quando acompanhado por suas palavras de apoio e incentivo. Você pode tentar apoiar as costas dele em um travesseiro e deixá-lo bater um brinquedo no outro; incentive-o a continuar explorando. É provável que ele oscile muito enquanto trabalha seu senso de equilíbrio e ajusta seu corpo para ficar sentado; esteja pronta para pegá-lo quando ele estiver indo para o lado!

X
banner kinedu desenvolvimento

Terceira fase: Engatinhando por toda parte (5 a 15 meses)
Nesse momento, o seu pequeno deseja dominar a posição de engatinhar e a capacidade de se mover. A coordenação e a força de seus braços e pernas irão impulsioná-lo para frente e para trás. Quando deixá-lo de bruços, coloque uma toalha ou cobertor sob o seu peito para ajudá-lo a mover seus braços e pernas. Quando ele ficar em uma posição de quatro apoios, uma superfície plana e macia será mais confortável para seus joelhos. Andar descalço e sem calças irá preveni-lo de escorregar, e perseguir a mamãe será o melhor incentivo!

Quarta fase: Olhando de cima (9 a 14 meses)
Ao ficar de pé, seu filho experimentará o mundo de um novo ponto de vista. Os agachamentos irão ajudá-lo a fortalecer suas pernas, abdômen e tronco. Ele também trabalhará seu equilíbrio para futuramente poder ficar em um pé só! Móveis robustos fornecerão o suporte necessário para se levantar e ficar em pé, observar o mundo de cima e percorrer o ambiente. Quando ele estiver em pé, você precisará mostrar a ele como dobrar os joelhos para descer. Sua certeza de que ele está seguro irá encorajá-lo a continuar tentando! Uma vez que ele tenha uma pegada firme, ele começará a andar por aí se segurando no que puder, então evite a presença de objetos leves e bordas afiadas durante as brincadeiras. Durante seus primeiros passos, o que ele sente com os pés será muito importante, então deixe que ele passe tempo descalço e em superfícies macias todos os dias!

Quinta fase: Tchauzinho (10 a 15 meses)
Hora de andar! Entre os 10 e 15 meses de idade, seu filho descobrirá um mundo totalmente novo dando seus primeiros passos. Esses pequenos passos à frente são um grande marco para o senso de realização, independência e desenvolvimento motor dele. Como seus quadris e pernas são fortes o suficiente para carregar seu tronco, ele começará a tentar alcançar objetos mais distantes. Quando brincarem, tente alinhar móveis resistentes para criar um caminho e tornar os espaços entre eles cada vez maiores. Seu filho vai adorar movimentar-se em um ambiente de apoio e carinho, por isso, tente sentar-se em frente ao seu parceiro e torçam para que ele ande entre vocês. Abraços e beijos em cada ponta irão mantê-lo motivado! De vez em quando, organize encontros para brincar com os colegas que já estão andando ou dando seus primeiros passos também. Ao andar por aí, segure as mãos dele e solte uma de cada vez. Alterne a mão que você dá a ele para trabalhar sua coordenação e equilíbrio, de modo que ele se prepare para adquirir habilidades futuras como arremessar, pegar ou chutar uma bola. Caminhem por todos os lugares possíveis, incluindo escadas, se tiver.

Sexta fase: Ninguém me alcança! (15 meses ou mais)
As habilidades de corrida do seu filho são adquiridas gradualmente e dependem muito das oportunidades que você oferece para ele ser fisicamente ativo. Durante este processo, seu pequeno irá adquirir muitrastejarlevcorrjoga coordenação e planejamento motor. No começo, ele vai andar pela casa e começar a ganhar velocidade. Pratiquem perseguindo um ao outro, dê a ele o espaço para explorar, escalar e se equilibrar. Incentive-o a pular e dançar juntos. Quando ele estiver pronto, treine seu filho com os movimentos apropriados ao correr, como dobrar os cotovelos e mover os braços alternando com as pernas. Pouco a pouco o sentimento de realização do seu filho o fará correr por toda parte!

Seu amor, apoio e encorajamento irão prepará-lo fisicamente e emocionalmente para tornar-se um atleta. Uma vez que ele inicie seus pequenos movimentos sozinho, será difícil alcançá-lo!

Acompanhe e incentive o desenvolvimento do seu pequeno no aplicativo Kinedu, com mais de 1.600 atividades personalizadas sugeridas diariamente de acordo com as necessidades do seu filho!

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados