X
X
como fazer um desmame gentil

Como fazer um desmame gentil?

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

A amamentação alimenta seu bebê, mas também é uma fonte de apego, carinho e conforto. Por isso, é importante que seja feito um desmame gentil.

O desmame é o processo de parar de amamentar seu bebê. Isso começa desde o primeiro alimento sólido introduzido até a completa interrupção do aleitamento materno. Quando você decide que chegou o momento, é importante seguir algumas práticas para que ocorra um desmame gentil tanto para você, quanto para o seu bebê.

Afinal, mais do que alimentar seu filho, o ato da amamentação é bastante afetivo. É um vínculo que só vocês têm, e muitas vezes as crianças veem o peito materno como um lugar de conforto, carinho e apego.

Então, retirar a amamentação de forma abrupta não é o melhor caminho. É preciso escolher uma fase tranquila e promover um processo de desmame gradual e cuidadoso. Quer entender melhor? Continue a leitura!

A partir de quando o desmame pode ser iniciado?

Não existe um momento certo ou errado para o desmame. Para cada família, acontece de um jeito. Porém, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o aleitamento materno ocorra até os dois anos de idade ou mais devido aos benefícios para a saúde do seu pequeno.

Assim, em termos de idade, esse marco é um bom norteador na hora de decidir quando começar o desmame. No mais, seja mais cedo ou mais tarde, vale a pena ficar de olho nos sinais de que o seu filho está pronto. Alguns deles são:

  • Comer bem uma grande variedade de alimentos;
  • Ter outras formas de se acalmar além do peito materno;
  • Aceitar bem quando não pode mamar em determinadas ocasiões ou locais;
  • Conseguir dormir sem mamar no peito;
  • Em alguns momentos, mostrar desinteresse pelo peito (por exemplo, quando prefere brincar com algum amiguinho mesmo dentro de um horário em que normalmente mama).

Além disso, é importante consultar sempre o seu pediatra de confiança para saber quais são as melhores decisões para a saúde do seu filho.

Como fazer um desmame gentil?

Para qualquer assunto relacionado à gestação, à maternidade ou ao desenvolvimento do seu bebê, lembre-se de contar com o app Kinedu! Na plataforma, você pode tirar suas dúvidas com aulas exclusivas sobre amamentação e desmame!

Com as informações certas, fica mais fácil e prazeroso passar por cada fase da primeira infância do seu filho. Agora, veja só algumas dicas sobre como fazer um desmame gentil na sua casa!

Comece o desmame em um momento tranquilo

Os sinais que citamos demonstram que o seu filho já está pronto para um desmame mais natural, sem grandes problemas. Porém, cada família tem um contexto. E a verdade é que muitas mães precisam realizar o desmame integral ou parcial por diversos motivos, como a volta ao trabalho ou alguma questão de saúde.

Seja qual for o seu caso, é muito importante que esse processo seja feito em uma fase tranquila para o seu bebê. Por exemplo, evite fazer isso logo após uma mudança de casa, a chegada de um irmão ou a adaptação na escolinha.

Então, se precisa parar com a amamentação por motivos de trabalho, vale a pena se programar para fazer esse processo algum tempo antes da volta. Assim, você evita que o seu filho fique sem o peito materno de um dia para o outro.

X
banner kinedu alimentação bebê

Diminua a quantidade das mamadas gradativamente

Depois de tomar a decisão pelo desmame, é hora de dar início ao processo. O caminho é diminuir a quantidade de mamadas gradativamente, até que elas não ocorram mais. É interessante começar pelo desmame noturno.

Em seguida, vá trocando aos poucos a amamentação por refeições, lanches, sucos etc. Em alguns casos, é preciso suplementar a nutrição do seu filho realizando a ordenha do leite materno. Tudo depende da idade dele e das recomendações do seu pediatra.

Peça para outra pessoa dar a mamadeira ao seu bebê

Caso você queira retirar o peito, mas continuar com a mamadeira, é interessante contar com outra pessoa para essa tarefa nos primeiros dias. Pode ser o pai, a avó, uma amiga ou outro integrante da rede de apoio materno. Isso porque, no começo, o seu filho pode ter uma associação forte entre você e as mamadas.

Então, é natural que rejeite a mamadeira e insista em mamar no peito, o que dificulta o processo do desmame. Depois que ele já estiver mais acostumado com o bico artificial, comece a oferecer o leite você mesma.

Outra dica é introduzir o copo de treinamento durante o processo de desmame. Isso serve para que seu filho não substitua o apego ao peito pelo apego à mamadeira, o que poderia causar confusão de bicos ou a necessidade de um segundo desmame mais tarde.

Garanta uma alimentação de boa qualidade

O leite materno é responsável por boa parte das calorias e dos nutrientes que a criança recebe, mesmo após a introdução alimentar. Por isso, interromper a amamentação significa que é preciso cuidar para que a nutrição do seu filho não tenha deficiências.

Um cuidado fundamental é só começar o processo de desmame quando ele se alimentar de uma grande variedade de alimentos e já faz as refeições principais (almoço e jantar) normalmente.

Não ofereça o peito, mas não negue completamente

Ao começar esse processo, é importante não oferecer mais o peito ao seu filho, deixando sempre que ele tenha essa iniciativa. Quando ele procurar, tente distraí-lo, ofereça outros alimentos, diga que ele poderá mamar mais tarde, entre outras estratégias, de modo a reduzir cada vez mais as mamadas.

Porém, lembre-se de que um desmame gentil nunca é abrupto. Portanto, se ele insistir, pode deixá-lo mamar. Aos poucos, essa procura se tornará cada vez menos frequente.

Adie o processo, se necessário

Por fim, é indicado que todas as grandes mudanças na vida do seu bebê ocorram de acordo com o ritmo dele. Então, se o desmame for muito trabalhoso e estressante, não se preocupe: basta adiar o processo e tentar novamente depois de algum tempo.

Assim como ocorre com o desfralde, o ideal é não insistir muito quando o seu bebê estiver demonstrando sinais de não estar pronto, pois isso pode gerar traumas e levar a resultados muito mais demorados.

Enfim, o segredo para um desmame gentil é sempre ficar de olho nos sinais do seu filho. Ainda, lembre-se de contar com os conteúdos do Kinedu para ter mais informações que podem ajudar nesse e em outros desafios da maternidade.

Você tem alguma dica para essa tarefa? Como está sendo o desmame do seu bebê? Deixe um comentário com a sua experiência!

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

bilinguismo

O bilinguismo e o cérebro

Muitos pais conhecem os benefícios que o aprendizado de mais de um idioma pode ter no futuro de uma criança.

Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *