X
X
regressão do sono 4 meses

Regressão do sono dos 4 meses: Tudo que você precisa saber

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

Ajude o seu bebê a dormir melhor.

X
X

O que é a regressão do sono dos 4 meses? Entenda por que ela acontece e o que fazer para ajudar seu bebê a dormir melhor.

Ter uma rotina de sono e horários regrados para os cochilos do seu bebê parece a realização de um sonho. Muitos pais de primeira viagem podem perceber que assim que começam a se sentir confortáveis com a rotina noturna do seu bebê, ele começa a acordar no meio da noite irritado e agitado, aparentemente sem motivo.

Comumente chamada de regressão do sono dos 4 meses, é muito comum que seu bebê passe por uma disrupção na rotina do sono por volta dos 3 ou 4 meses de idade. Neste artigo, discutiremos a ciência por trás da regressão do sono dos 4 meses e daremos informações que te ajudarão a passar por esse período de noites sem dormir e descansar.

Caso você tenha outras dificuldades com o sono do seu bebê, recomendamos baixar o app Kinedu para assistir a aulas de especialistas neste tema ou agendar uma sessão individual.

O que causa a regressão do sono dos 4 meses?

Regressões do sono são ocorrências muito comuns durante o primeiro ano de vida do seu filho e geralmente ocorrem antes ou durante picos de crescimento ou saltos de desenvolvimento. Enquanto seu bebê estiver aprendendo e desenvolvendo novas habilidades, esse processo pode deixá-lo ansioso por praticar as novas habilidades, frustrado e sem querer dormir. 

A falta de sono é um resultado dessas mudanças de comportamento, levando à agitação, choro e irritabilidade que são associadas a um bebê passando por uma regressão do sono. A boa notícia é que a regressão do sono não dura para sempre, e, quanto mais você aprender sobre o assunto, mais você poderá ajudar seu bebê a passar por essa fase.

Para entender por que a regressão do sono dos 4 meses acontece, é importante saber por quais mudanças no desenvolvimento seu pequeno está passando.

Mudanças no desenvolvimento aos 4 meses

Há algumas mudanças no desenvolvimento que podem causar a regressão do sono do seu bebê, incluindo mudanças neurológicas, físicas e cognitivas.

Neurologicamente, os centros de sono no cérebro do seu bebê estão amadurecendo e mudando permanentemente. O ritmo circadiano e o impulso homeostático de sono estão se desenvolvendo e começando a influenciar os padrões de sono do seu pequeno.

Baixe GRÁTIS o Kinedu e acompanhe o desenvolvimento e o progresso do seu bebê!

Seu bebê de 4 meses também está desenvolvendo novas habilidades físicas. Nessa idade, um dos maiores marcos do desenvolvimento é aprender a rolar ou se virar. Essa nova habilidade é empolgante para você e seu bebê, e o desejo de dominá-la pode impactar a disposição do seu bebê de tirar uma soneca ou dormir à noite.

Além disso, seu bebê também está passando por progressões cognitivas importantes. Aos 4 meses de idade, seu bebê está se tornando consciente do mundo ao redor dele de várias maneiras diferentes, começando a notar coisas como mudanças de temperatura e iluminação, e está cada vez mais consciente de seu apego a você como cuidador.

Todas essas mudanças no seu bebê podem causar algumas mudanças notáveis nos padrões de sono e no comportamento dele em geral.

Quais são os sintomas da regressão do sono?

Para identificar a regressão do sono dos quatro meses no seu filho, você provavelmente já terá percebido que algo diferente está acontecendo. Se o seu bebê, aos 3 ou 4 meses, tiver uma rotina de sono e interrompê-la de repente, é seguro assumir que a fase da regressão do sono chegou.

Alguns dos sintomas mais comuns da regressão do sono são:

X
banner kinedu sono
  • Seu bebê está acordando com mais frequência durante suas horas normais de sono;
  • Redução das horas totais de sono;
  • Agitação ou choro ao acordar;
  • Seu bebê tem dificuldade para tirar sonecas ou dormir à noite;
  • Você percebe que seu bebê está mais consciente e distraído pelo ambiente ao redor dele;
  • Quando está acordado, seu bebê se ocupa aprendendo novos marcos do desenvolvimento, como rolar.

Assim que você perceber que seu bebê está passando pela regressão do sono dos 4 meses, você provavelmente irá querer saber quanto tempo essa regressão do sono dura e como você pode ajudar seu bebê a passar por ela.

Pode parecer que a regressão do sono dos 4 meses durará para sempre, já que essa será a primeira vez que você, como pai ou mãe de primeira viagem, irá vivenciar uma regressão do sono. Entretanto, seu bebê irá se desenvolver durante esse período, que durará entre 2 e 6 semanas. Assim como acontece com todos os saltos de desenvolvimento, cada bebê terá um tempo diferente e se desenvolverá em seu próprio ritmo.

Durante essa fase, há algumas coisas que você pode fazer para facilitar as coisas para você e para o seu bebê.

Como posso ajudar meu bebê durante a regressão do sono dos 4 meses?

Pode parecer impossível pensar com clareza quando seu bebê e você não estão dormindo o suficiente. Você provavelmente sente que já tentou de tudo, mas não consegue fazer seu bebê dormir.
Aqui estão algumas dicas para ajudar seu bebê e você a descansar mais durante o período de regressão do sono.

1. Controle o ambiente 

Seu bebê está se tornando muito mais consciente do seu ambiente. Fatores como claridade e temperatura podem impactar a habilidade do seu bebê de adormecer ou continuar dormindo.

A temperatura ideal para dormir é de 21ºC. Mantenha isso em mente quando for vestir o seu bebê para dormir. O ideal é manter a claridade baixa para a hora de dormir durante a regressão do sono dos 4 meses.

Elimine todas as distrações e estímulos do berço do seu bebê quando for hora de dormir. A nova fascinação do seu bebê pelo ambiente irá incentivá-lo a lutar contra o sono.

2. Siga a ciência do sono

Por volta dos 3 ou 4 meses de idade, o cérebro do seu bebê está desenvolvendo o ritmo circadiano, o que influencia diretamente nos padrões de sono dele. Uma das formas de ajudar seu bebê a desenvolver esse ritmo é ajustando a exposição dele à luz, simulando dia e noite.

Expor seu bebê a luzes mais brilhantes e ao sol pela manhã e durante o dia ajudará o sistema neurológico dele a reconhecer os momentos de despertar. À tarde, comece a diminuir lentamente a quantidade de exposição à luz, à medida que a noite for se aproximando. Essa simulação de luz e escuridão ajuda no desenvolvimento do ritmo circadiano.

3. Mantenha um horário de acordar consistente

Como o seu bebê está desenvolvendo novas habilidades e interagindo com o mundo de novas maneiras, é fácil querer deixar que ele fique mais tempo acordado, principalmente durante a regressão do sono, pois seu bebê desejará ficar acordado para praticar suas novas habilidades.

Entre 3 e 4 meses de idade, as horas de sono recomendadas não mudarão tanto. Aos três meses, seu bebê ainda precisará de 14 a 17 horas de sono por dia, e, aos quatro meses, de 12 a 15 horas de sono. Em média, 10 dessas horas serão de sono noturno.

Se o seu bebê estiver dormindo por menos horas que o necessário, é importante gerenciar o tempo que ele passa acordado. Durante esse período do desenvolvimento, não é recomendado que o bebê passe mais de 90 minutos acordado. Certificar-se de que seu bebê está descansando o suficiente irá evitar a agitação e irritabilidade que vêm como resultado da privação de sono durante uma regressão do sono.

4. Mantenha a calma e seja paciente

Por mais que seja difícil manter a calma no meio da noite, depois de perder horas de sono, é importante fazer isso. Quando estiver com seu bebê, manter a calma irá ajudar a acalmar seu pequeno e a reforçar um ambiente relaxante e livre de estresse.

Quando você se pegar pensando quanto tempo a regressão do sono dos 4 meses pode durar ou se achar que essa fase nunca vai passar, lembre-se de que é apenas um breve período no desenvolvimento do seu filho e que logo vocês deixaram essa fase para trás.

Se você precisar de mais ajuda durante a regressão do sono dos 4 meses, baixe o app do Kinedu para obter a orientação de especialistas em desenvolvimento infantil.

Quer receber outros conteúdos como este de graça?

Assine a nossa newsletter e faça parte da comunidade kinedu.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *