Os bebês não crescem de forma contínua e constante. Eles apresentam picos de crescimento e, em poucos dias, crescem significativamente. Leia sobre em nosso post!

Seu bebê está mamando mais vezes que o habitual e você não tem ideia do motivo? Existem períodos na vida do seu filho em que ele apresenta picos de crescimento, e essa pode ser a razão pela qual ele tem sentido maior necessidade de se alimentar. Outra diferença é que ele também pode passar a ter comportamentos mais agitados que o normal.

O crescimento dos bebês não se dá de forma contínua e constante. Eles apresentam picos de crescimento que duram, em médi,a de 2 a 3 dias, mas que podem chegar a 7 dias. Existem momentos específicos em que esses picos acontecem: com cerca de 7 a 10 dias; 2 a 3 semanas; 4 a 6 semanas; 3 meses; 4 meses; 6 meses e 9 meses. Após o primeiro ano de vida, seu pequeno continuará tendo picos de crescimento por toda a infância e também na adolescência.

Vale lembrar que nem todos os bebês seguirão à risca essas datas, e isso não é um problema. Quer saber mais sobre os picos de crescimento? Acompanhe nosso artigo a seguir!

Como fica a amamentação do bebê durante os picos de crescimento?

Durante esse período, é normal que seu filho tenha mais fome e precise de mais calorias e nutrientes. O leite materno é o melhor alimento para ele, pois contém todos os nutrientes e calorias que ele necessita.

Outra vantagem do leite materno é que à medida que ele vai chegando ao fim a quantidade de gordura aumenta. Por isso, deixe que seu filho mame no peito até que todo o leite acabe para só então trocar de peito ou encerrar a amamentação, caso ele não queira mais.

É recomendado que as mães fiquem sempre atentas aos seus próprios sinais de fome e sede. Se você apresentar alguma dessas necessidades, pode ser que esteja precisando comer mais e beber mais líquidos para produzir a quantidade de leite demandada pelo seu bebê.

Quais cuidados devo tomar para verificar o ganho de peso do bebê?

O ganho de peso é algo muito importante e deve ser avaliado com certa periodicidade. O recomendado é que as pesagens aconteçam menos que uma vez por semana, pois as crianças se desenvolvem mais nos picos de crescimento e não de forma constante. Assim, você evitará preocupações desnecessárias.

O indicado é que seja feito o uso de apenas uma balança, pois elas podem variar muito na medição, o que pode atrapalhar na avaliação do crescimento do pequeno. Além disso, use a mesma quantidade de roupas, ou pese a criança sem nenhuma peça para que o valor seja mais fidedigno.

Powered by Rock Convert

O bebê deve ser colocado no centro da balança, e o ideal é que sejam feitas duas pesagens. Quanto menor a diferença, mais a balança é confiável. Use como peso de referência a média entre os dois valores obtidos. Não se esqueça de zerar a balança antes de iniciar o processo e não espere obter um resultado fiel se a criança permanecer inquieta e agitada.

Como posso saber se meu filho está crescendo dentro do esperado?

Para avaliar se as crianças estão crescendo dentro do padrão, os pediatras se baseiam em tabelas que indicam o ganho de peso médio esperado de acordo com a idade dos pequenos. De 0 a 4 meses, os bebês ganham, em média, de 155 a 241 gramas por semana; de 4 a 6 meses, entre 92 e 126 gramas; e de 6 a 12 meses, entre 50 e 80 gramas por semana.

No entanto, existem variações, e é normal que alguns bebês ganhem de 113 a 142 gramas por semana. Em 3 ou 4 meses após o nascimento, um bebê amamentado pode chegar a dobrar de peso, e, após 12 meses, esse número pode triplicar.

Cinco dias após o parto, é importante pesar o seu bebê para descobrir se ele está ganhando ou perdendo o peso. Se estiver perdendo, é bom avaliar se a amamentação está sendo feita da forma correta ou ver se há outro problema que precise ser corrigido.

Em relação à altura das crianças, é esperado que, entre 0 e 6 meses, o bebê aumente 2,5 centímetros por mês, e que a circunferência de sua cabeça cresça 1,27 centímetros. Já dos 6 aos 12 meses, serão, em média, 1,27 centímetros por mês, e a circunferência da cabeça deve aumentar, em média, 6,4 milímetros.

Depois de um ano, a criança que está sendo amamentada pode crescer 50% em relação ao seu tamanho de nascimento e sua circunferência de cabeça chega a aumentar 33%.

Como o sono pode ajudar meu filho a se desenvolver?

As crianças precisam de um sono adequado para a manutenção de suas funções corporais e metabólicas. Sendo assim, esse é um ponto que merece atenção durante os picos de crescimento. Uma dica para os pais que querem melhorar o sono dos seus filhos é seguir uma rotina noturna todos os dias para que elas se acostumem com o processo e desacelerem aos poucos até chegar a hora de dormir.

Dormir no mesmo horário também ajuda, pois regula o relógio biológico e “programa” o corpo para deixar o sono vir. Especialmente durante os picos de crescimento, muitas crianças sentem necessidade de comer antes de dormir, e é importante que elas façam um lanche antes de se deitarem.

Não é fácil acompanhar todos os marcos do desenvolvimento e picos de crescimento do seu filho, e essa pode ser uma tarefa árdua em meio a uma rotina atribulada. Contudo, o Kinedu pode lhe ajudar com isso, pois é um aplicativo em que você registra os dados do seu bebê e recebe sugestões de artigos e atividades personalizadas de acordo com a fase de desenvolvimento em que ele está.

Gostou do artigo e quer saber mais sobre desenvolvimento de bebês? Baixe nosso aplicativo!