Para acompanhar o desenvolvimento do bebê prematuro, os pais devem considerar sua idade corrigida a fim de poder realizar os cuidados e os estímulos adequados.

Acompanhar o desenvolvimento do bebê prematuro traz muitas dúvidas, principalmente para a mãe de primeira viagem.

É considerado prematuro ou pré-termo o bebê que nasce antes das 37 semanas de gestação. Para que ele receba os cuidados adequados, é necessário levar em conta a sua idade corrigida.

Neste post, vamos explicar melhor o que é a idade cronológica e a corrigida, além de apresentar dicas para acompanhar e estimular o desenvolvimento do pequeno que nasceu antes do tempo indicado.

Idade cronológica e idade corrigida

Para acompanhar o desenvolvimento do bebê prematuro, é fundamental considerar sua idade corrigida, que difere da cronológica. Parece confuso, mas é simples.

Por exemplo, um bebê que nasceu no dia 2 de março, com 36 semanas de gestação, terá 2 meses de idade cronológica, ou seja, a idade contada a partir do nascimento, no dia 2 de maio.

Porém, sua idade corrigida é diferente. Ela é baseada na idade do bebê se ele tivesse nascido de 40 semanas. Então, utilizando o mesmo exemplo, saberíamos que, no dia 2 de maio, ele teria 1 mês de idade corrigida.

Como ele nasceu pré-termo, não dá para exigir que alcance os marcos do desenvolvimento da mesma forma que uma criança que nasceu a termo. Por isso, é essencial ter como base sua idade corrigida, pelo menos até os 2 anos.

Powered by Rock Convert

Dicas de como acompanhar o desenvolvimento do bebê prematuro

Confira, a seguir, os principais cuidados com o bebê prematuro.

Utilize apps voltados para o desenvolvimento infantil

A tecnologia é uma grande aliada para ajudar os pais a acompanhar o desenvolvimento do bebê prematuro. Aplicativos como o Kinedu apontam os principais marcos do desenvolvimento para cada idade, com sugestões de atividades para estimular os pequenos personalizadas de acordo com o estágio do desenvolvimento de cada um.

Adote o método canguru

Você conhece o método canguru para o desenvolvimento de bebês prematuros? É uma técnica que permite estreitar os laços afetivos entre o bebê e os pais no período em que ele fica internado na UTI neonatal.

O bebê é posicionado de maneira que sua barriga fique em contato com a barriga da mãe ou do pai. É um momento em que ele pode sentir o calor da pele, as batidas do coração e o cheiro dos pais. Isso faz com que ele se sinta mais seguro, favorecendo o seu desenvolvimento fora da barriga.

Tenha atenção às vacinas

O bebê prematuro tem o sistema imunológico mais enfraquecido, visto que é nas últimas semanas de gestação que ele recebe anticorpos importantes da mãe. Assim, é essencial que ele tome todas as vacinas, especialmente no primeiro ano de vida, seguindo sua idade cronológica.

A Sociedade Brasileira de Pediatria orienta que os bebês pré-termo também recebam a vacina palivizumabe (VSR), uma proteção contra infecções respiratórias.

Realize as consultas periódicas no pediatra

Por último, não deixe de realizar as consultas periódicas com o pediatra para que ele possa acompanhar o bebê e orientar os pais quanto aos cuidados necessários, principalmente nos 12 primeiros meses de vida.

Sabemos das preocupações de toda a família quando o assunto é o desenvolvimento do bebê prematuro. Entretanto, com as orientações médicas, vacinas, o uso do método canguru e de apps como o Kinedu, é possível promover um crescimento saudável e os estímulos adequados.

Gostou das nossas dicas? Quer acompanhar mais posts sobre o desenvolvimento infantil? É só curtir a nossa página do Facebook!