O ato de balbuciar é importante para o desenvolvimento da linguagem do seu bebê. Alguns hábitos dos pais e cuidadores estimulam a criança nessa fase. 

O período em que o seu bebê começa a balbuciar faz parte do desenvolvimento da linguagem e acontece antes da formação de palavras e frases completas. Nessa etapa, a criança está em contato com os diferentes sons que escuta no ambiente e pode receber incentivo com atividades cotidianas do papai e da mamãe.

É interessante aprender quais são os hábitos que podem ser estimulados nesse momento, para contribuir com o crescimento do seu pequeno. Também é importante saber quando o seu bebê pode começar a balbuciar e quais são os próximos passos da comunicação infantil. Confira a seguir!

O que é o balbucio do bebê?

O seu bebê aprende a falar em algumas etapas. É possível que o seu filho, inicialmente, comece a suspirar e murmurar. Depois, o pequeno pode emitir sons de consoantes e vogais seguidas, o que costuma ser chamado de balbucio. Ao formular barulhos como “a-da” e “a-ga”, a criança começa a se preparar para o estágio de articular as palavras.

O ato de balbuciar é importante para o seu bebê porque auxilia no desenvolvimento das suas habilidades de comunicação. As crianças que não respondem a sons e não avançam na capacidade de se comunicar podem apresentar problemas de audição. Por isso, é interessante conversar com o pediatra caso tenha alguma suspeita desse tipo.

Uma boa parte da estrutura do cérebro do seu filho costuma se desenvolver nos três primeiros anos de vida. Nessa fase, o seu bebê estará mais suscetível à aprendizagem e também pode receber influência do que acontece no seu entorno. Portanto, nesse período, é recomendado que os pais cuidem para que a criança tenha interações de qualidade.

Para chegar à fase em que conseguirá falar e pronunciar frases, é necessário que a criança tenha familiaridade com sons e depois comece a imitar. Com isso, as habilidades que são aprendidas pelo seu pequeno durante os primeiros anos de vida podem influenciar nas competências que conquistará no futuro.

Com quantos meses o bebê começa a balbuciar?

Os bebês podem atingir marcos de desenvolvimento como balbuciar em diferentes idades. Muitas vezes, os pequenos começam a balbuciar entre 4 a 6 meses de vida e continuam o processo de fortalecer o repertório durante os meses seguintes.

Baixe GRÁTIS o Kinedu e acompanhe o desenvolvimento do seu bebê!

Esta é uma visão geral do que você pode esperar, mas o cronograma pode variar:

  • entre 6 semanas a 3 meses: sons de vogais como “a-aa”, “u-uu”, gorgolejos e arrulhos;
  • de 4 a 5 meses: combinação de sons de vogais e consoantes, como “a-da” e “a-ba”;
  • 6 meses: repetição de sílabas, como da-da-da-da;
  • entre 8 a 18 meses: formação de palavras com significado, como “ba-ba” para se referir à “bola”.

Como os pais podem incentivar o bebê a balbuciar

É possível estimular o bebê durante a fase em que está começando a balbuciar. Estudos apontam que a criança aprende a se comunicar mais rápido quando os pais reagem aos seus balbucios com uma linguagem de apoio. É recomendado fazer contato visual com o seu filho e sorrir enquanto ele “conversa” com você.

Os pais e cuidadores ainda podem responder ao balbucio para fazer uma conexão com algum objeto. Por exemplo, quando o seu filho disser “ba-ba”, você pode responder como se ele quisesse se referir a uma bola: “Sim. Essa é a bola azul do João!”. Também é recomendado que você imite os balbucios do seu bebê.

banner kinedu desenvolvimento

Além disso, se perceber que o seu pequeno repete um som que você faz, faça mais vezes. Por mais que pareça boba para você, essa repetição fará com que a criança entenda que os sons servem para a comunicação. Outra recomendação é “falar sozinha”, ao criar um tópico de conversa.

Baixe GRÁTIS o Kinedu e acesse +1.800 atividades criadas por especialistas em desenvolvimento infantil!

Você pode, por exemplo, fazer perguntas para o seu filho e responder de volta. Você pode fazer questionamentos como: “Devemos brincar com o cachorro ou assistir a um desenho?”. Em seguida, responda: “Sim, vamos brincar com o cachorro!”. Essa prática fará com que o bebê entenda a troca envolvida em uma conversa.

Falar sobre o que vocês estão fazendo juntos também é interessante. Você pode dizer: “Estou colocando esse casaco para deixar você bem quentinho!”. Mesmo que a criança não entenda o que você está dizendo, conversar com o seu filho ajudará o pequeno a entender melhor as palavras e se expressar melhor.

É indicado ainda identificar os barulhos ao seu redor, para que o seu filho desenvolva a atenção. Você pode mostrar para o seu bebê: “Ouça, o cachorro está latindo!”. Também é recomendado incluir na rotina familiar ler livros em voz alta, o que pode estreitar ainda mais os laços afetivos com o seu pequeno.

O hábito de cantar também pode ajudar a criar no bebê uma consciência de que as palavras são compostas por sons diferentes, que podem ser combinados entre si. Você pode cantar músicas infantis ou até mesmo as suas canções favoritas e dançar para o seu pequeno!

Ainda que seja necessário conversar com o seu filho e cantar para ele, é indicado deixar um espaço silencioso, para que o pequeno também se expresse. A maioria dos bebês responderá quando houver silêncio, porque o cérebro da criança precisa processar as informações e, assim, formular uma reação.

Depois de balbuciar, quais são os próximos passos da comunicação do bebê?

Depois de tanta prática e incentivo, o seu filho começará a combinar os balbucios para começar a criar as primeiras palavras. Por volta dos 12 aos 17 meses, o seu bebê poderá pronunciar de duas a três palavras para se referir a uma pessoa ou objeto, ainda que a articulação não seja muito clara.

Dos 18 aos 23 meses, o vocabulário do seu pequeno aumentará para em torno de 50 palavras, mas a pronúncia pode não ser compreensível. Nessa fase, os bebês também podem imitar sons de animais e começar a usar pronomes, como “meu”.

Um pouco depois, de 2 a 3 anos, a criança começará a ter uma fala mais precisa e usará adjetivos como “feliz”. O seu pequeno também poderá aprender a se referir a conceitos espaciais, como “dentro”. Nessa etapa, o seu filho poderá ainda usar plurais, como “bolas”, e verbos no passado, como “comeu”.

Embora cada criança se desenvolva em seu próprio ritmo, é importante prestar atenção aos marcos do desenvolvimento. Caso você acredite que seu filho possa ter algum atraso na fala, não deixe de conversar com o pediatra sobre isso.

Com base no que foi apresentado, você entendeu o que é o balbucio do bebê e por que o ato de balbuciar é tão importante para o desenvolvimento infantil. No Kinedu, você encontra uma porção de atividades para estimular a linguagem do seu pequeno. Baixe GRÁTIS o app AQUI.